03 janeiro 2009

Morrer...

Subi ao alto da minha torre esguia feita de fumo, névoas e luar... e pus-me comovida a conversar com as nuvens cinzentas e mortas todo o dia...


Contei-lhes os meus medos, os meus segredos, a alegria tentada dos versos meus, do meu sonhar mas todas as nuvens cinzentas e mortas choraram...


Responderam-me então:
"que fantasia de vida tens tu criatura doida e crente!... também nós também tivemos ilusões como ninguém, mas tudo nos fugiu, tudo morreu!..."


... e assim se calaram tristemente as nuvens cinzentas e mortas... e desde então choro amargamente na minha torre esguia junto ao céu...

Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo