10 fevereiro 2008

Evolução...


Nada que eu faça poderá fazer findar esta nata demência que me acompanha…

Fuzilada por gumes de espadas afiadas que me são lançadas por mim mesma… Assim sou eu… Assim serei?
Alguém me disse (e com sua razão) que as pessoas evoluem… Temo então a minha evolução…

Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo