27 setembro 2005

Desistir...

As palavras as vezes ferem, mas são necessárias… será um erro… não dizer certas palavras ainda que duras, mas verdadeiras, a quem de direito?
Mesmo sabendo todos os conselhos, sigo por caminhos escuros... Estranhos desertos... e, ignorando todas as regras, todas as armadilhas desta vida urbana, eu não reajo…
Quero desistir… vou desistir… não tenho vida para tanto… :((((

2 comentários:

Anónimo disse...

Então onde está essa força que diz ter e que não tem limites?
Por mais dificeis que sejam os nossos caminhos, por mais provas e obstáculos que nos apareçam, não devemos desistir, devemos avançar mesmo que com dificuldade...viver não é fácil

maria

perdidaemtilibertaemmim disse...

As vezes a forca nao consiste so em ser forte! Eh preciso, as vezes, baixar as guardas, entrarmos em nos e recarregarmos as energias para entao retornarmos a vida com mais forca e mais brilho! Enquanto viveres so deves desistir de uma coisa: da derrota!

bjo de mocambique

Ocorreu um erro neste dispositivo