16 janeiro 2014

Menina bonita...


Perto de ti,
nada me parece impossível, amo o sol numa mão e a lua noutra, 
Perto de ti,
no meu peito, um rio a correr para o teu ventre que é o meu mar, 
Perto de ti,
não tenho de esperar o marcar do tempo nos ponteiros do relógio,
Perto de ti,
invento homens azuis feitos de mar, mulheres amarelas feitas de luar, 
Perto de ti,
deixo de pensar de olhos fixos numa estrela que não existe 
Perto de ti,
até a noite mais escura tem a sua beleza, no céu as estrelas brilham e há nelas tanta pureza. 

Perto de ti...

Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo