11 março 2006

Despertar...

Desperto lentamente, deixo escorregar suavemente os dedos sobre os olhos adormecidos, encaro sem surpresa a luz que me rodeia... o sol acaricia-me os cabelos... que bem sabe assim desperta sem lembrar totalmente o meu papel neste palco da vida...
Música... ouço uma suave melodia, tão bela, tão quente... abraça-me, conforta-me, mas cega-me... e eu mesmo assim sigo em frente, o chão macio seduz os meus pés... de volta a luz radiante, lava-me o rosto, as árvores inclinam-se a minha passagem... creio que finalmente encontrei a paz...

2 comentários:

Ruvasa disse...

Viva, Maria (Petraaa)!

Ao contrário do que poderia ter parecido quando do primeiro choque, parece que vamos dar-nos bem.

Gostei do pouco vi até agora, no teu blog.

Vou linkar-te!

Beijinho

Ruben

Passarinha disse...

passei por aqui pa te dar + um beijinho de alma! :)

Ocorreu um erro neste dispositivo