04 janeiro 2006

Nada...

As horas correm lentas pela rotina dos dias, as pessoas agitadas perdem-se pelos horários a cumprir... nada disto me anima... nem sabendo que em breve a primavera virá com as pioneiras flores, o calor do sol, os pásaros de garganta aberta que mostram os seus dotes... nada... quando ao longe a vaga escuridão inicia a chegada da lua, então o coração sossega, pois que enfim a noite chega...

4 comentários:

Anónimo disse...

Lindo! Simplesmente lindo!

Crónicas de Ariana disse...

Perante este post fico sem palavras... Está sem dúvida lindo!

Cantinho da pepper disse...

És uma "ave" notívaga, que aguarda impacientemente o anoitecer, para finalmente se expandir em vôos rasantes.
Beijocas

Edy disse...

O nada é quase sempre o principio de algo!!!
O teu sorriso começa a sim também amiga.
Beijos
Edy

Ocorreu um erro neste dispositivo