26 novembro 2007

Comodismo...

Questão sem dúvida relevante é o comodismo da vida, como uma roda gigante onde pagamos para entrar, vibramos quando finalmente alcançamos o topo e sofremos na descida... e depois quando a viagem acaba tiramos as nossas conclusões.
Fica sempre a ideia que valeu pela expriência, pelo meio assalta-nos a ideia de que se poderia ter alterar umas pequenas coisas mas no fim achamos sempre que voltariamos a fazer tudo da mesma maneira.

2 comentários:

Depressive Killer disse...

Comodismo... Nada mais do que o estado passivo de todos perante tudo. Para quê mudar se está agradável assim e mesmo que não esteja, mudar dá demasiado trabalho. Muito mais trabalho do que acomodarmo-nos àquilo que já existe... Viver a vida para muitos é o mesmo que acomodar-se à ela.

Terreiro disse...

Um Santo e Feliz Natal São os meus votos
António Ferreira

Ocorreu um erro neste dispositivo