17 maio 2014

Saudade...


Quando chega a hora dos mágicos cansaços,
entrego-me nos braços da saudade  e toda a noite sonho...
                  e vagamente acordo...
os lábios finos abrem-se num tremor e os meus  olhos tristes sorriem...

tenho a alma toda envolvida na carícia dorida duma saudade...

Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo