10 julho 2012

Então até quarta-feira

De repente percebo que vivo entre mundos ou melhor vivemos entre mundos, não são dois ou três, são muitos mesmo muitos. Em cada momento do dia os mundos vão-se revelando, as vezes com uma simples frase; então até quarta-feira.
É aqui que eu compreendo que a alma tem um território que não coincide com o do corpo, ninguém sabe nada de ninguém e por mais que o contradigam, acredito fielmente que morremos inéditos, morremos por descobrir.
Na verdade com todo a pressa que a vida acontece, perdemos a capacidade de identificar as horas felizes que vivemos e chegar a penosa conclusão de que não estivemos à altura do milagre assombroso que o destino nos proporcionou.
Hoje percebo que tenho perdido alguns milagres, a minha dúvida é; quantos mais irei perder?
Então, até quarta-feira

Sem comentários:

Ocorreu um erro neste dispositivo