22 março 2009

Pena de mim...

Não tenho ou sinto qualquer pena de mim...
não sintam ou tenham pena de mim...
eu própria não valho a pena...
os segundos contorcem-se ao tic tac do relógio e o pano de fundo com aquela música repetitivamente confrangedora, inquieta-me... como um gosto de me torturar!Dá-me um certo gozo, admito, testar os meus limites, a minha capacidade de auto-superação... sinto que por vezes a minha mão é domada por uma força que me é desconhecida e que a impele a juntar estes caracteres sem qualquer significado... que desperdício de minutos… viver a vida assim pelas palavras... como seria a realidade se todos os nossos desejos se realizassem?Haveria muito menos gente no mundo certamente. Garantida, só a morte e o esquecimento... Morrer todos morremos um dia, mas só alguns conseguem viver… pergunto-me onde está o lugar dos que não morrem (ou não morreram ainda) mas que também não vivem? …Onde ficam os lugares dos espectadores desta grande peça de teatro?
não sintam ou tenham pena de mim...
eu própria não valho a pena...
hoje sinto-me assim como esta ruela abandonada no tempo...

6 comentários:

Garamond disse...

Não tenho pena nenhuma.... mas é que nenhuma mesmo!

Sophitia disse...

Ora nem mais! Penas tem as galinhas... Essa agora!

Da Aldeia disse...

mas que raio de ave a menina me saíu!
anime-se sff! ;)

Garamond disse...

Sophitia, a menina agora é que esteve bem!

Galinhas pá dona do blog só das carecas com pescoço liso! Bem nojentinhas por sinal! Lool

Da Aldeia.... a miúda passa por ruelas fica assim. Temo que seja por bater com a caixa craniana nos postes da iluminação... só pode!

Vou lhe comprar um capacete a ver se não inflige mais danos na rede pública!

Por fim, uma palavra amiga para a dona do blog:

- Não tomes o magnésio não, que as "cambras" não te largam!

(proverbio chinês bué de antigo!)

Agora me fuiiii que já dei a bicada do dia...

Sophitia disse...

É verdade Garamond... Eu tento avisar... Baixa-te e tal... Mas tem a mania que tem penas e pode voar e não sei quê! Depois anda ás cabeçadas aos postes e vem para aqui com estas conversas.
Lá diz o ditado: Quem te avisa...

Garamond disse...

Quem te avisa... devia tar caladinha? hipótese a)

hipótese b) ...devia era comprar-te o tal capacete?

hipótese c)...devia era ter juizo e deixar-te bater com a tola em todos os recantos!

vou dormir... é melhor ir dormir...pois... já sei...

Ocorreu um erro neste dispositivo